domingo, 6 de dezembro de 2009


Esse fim de semana fui viajar!
Mas que viagem maravilhosa!
Entrei em contato com a natureza, andei no mato, comi comida feita no fogão à lenha, ri bastante, conheci novas pessoas. Fui de um lado pro outro, fui até num casamento!!! rsrsrs.
Foi mara, viu...
Quem dera todos os findis fossem assim!
Bjos!!!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Ai que saudade do povo aqui no meu blog.
Muita correria, muito cansaço. Reconheço que dei uma abandonada.
Mas arrumei um tempinho hj pra dizer como meu coração está fervendo aqui dentro, cheio de planos e projetos, que eu tinha prometido pra mim mesma que não faria mais... mas enfim... Esse clima de fim de ano me induz a isso, é inevitável.
Qualquer novidade que apareça, tentarei postar.
Grande beijo a todos meus amigos virtuais, muita paz, muito amor.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Anjos e demônios

Eu sou forte, mas sou fraca.
Eu sou sensível, mas sou fria.
Eu sou sã, mas sou louca.
Eu amo, mas odeio.
Eu busco a luz, mas aqui jaz escuridão.
Eu busco O Anjo do Senhor, mas só vejo anjos caídos.
Eu quero paz, mas só há tormenta.
Busco saídas, mas só encontro becos escuros...sem saída...
Eu me sinto bem, mas estou mal.
Eu me sinto mal, mas estou bem...
Eu quero, mas não consigo.
Eu sou sonho, mas a realidade me chama.
Eu sou realista e me convidam a sonhar!
Por fora calmaria, mas por dentro um furacão.
Eu to aqui, mas não estou.
Voo alto e dou rasantes.
Mergulho no mais profundo do meu ser e saio o mais longe possível de mim.
Anjos e demônios lutam por minha cabeça e por meu coração.
Sei onde estou, mas estou perdida.
Me encontro e me perco com a mesma facilidade.
Me amam e me odeiam com a mesma facilidade.
Me querem e me desprezam.
Me 'exaltam' e me humilham...tudo com a mesma facilidade.
Não sei amar pela metade, não sei viver pela metade, não sei
confiar pela metade, não sei fazer nada pela metade.
Desejo ao extremo, preciso ao extremo, busco ao extremo, sonho ao
extremo, mas também desanimo ao extremo, murcho ao extremo, desacredito ao extremo.
No trajeto dessa busca extrema pelo equilíbrio interior me pergunto: quem eu realmente sou?...

By Melina.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Hoje eu acordei e mudei minha rotina.
Acordei mais cedo, me arrumei com mais calma, prestando atenção em cada movimento, cada detalhe, tomei ônibus em horário diferente, percorri outro caminho até meu trabalho, sentei numa praça linda, estudei, minha própria rotina de trabalho fiz diferente também... e tudo foi tão bom, tão restaurador... me senti tão bem...
Algum stress sempre rola, mas igual aos outros dias não... hoje foi tudo menos:
-Menos cansativo;
-Menos chato;
-Menos estressante;
-Menos entediante.
É claro que no fim do dia o cansaço é o mesmo, mas os frutos são outros... Bem mais doces, mais suaves. Uma sensação de que se fez algo para mudar, ainda que pequeno e sem importância.
Acho que essa mudança começou a aparecer na segunda-feira quando me deu uma necessidade louca de limpar meu guarda-roupas e jogar fora tudo que eu não uso mais, doar roupas boas, mas esquecidas lá, dar fim em papéis inúteis, frascos vazios, quinquilharias, etc. Foi tão bom ver espaço aparecer, ter onde colocar coisas realmente importantes, tudo organizado, sem ter de "entulhar" as coisas...
Refleti como é melhor fazer as coisas com calma, sem correria, se entregar momentaneamente para aquilo que você está realizando, dispensar atenção, aí tudo flui, as coisas funcionam melhor.
E, olha a minha sorte do dia hoje no orkut: " Para cada minuto que perdeos organizando as coisas, ganhamos uma hora."
FIQUEI ATÉ COM MEDO! RS!
Parece até que veio pra reforçar que este, talvez, seja o caminho certo a seguir!
Tomara que novos tempos estejam apontando no meu horizonte...

domingo, 4 de outubro de 2009

Cativa-me...



Bom dia!
Disse a Raposa
Quem és tu?
Você é muito bonita!
Vem brincar comigo?
Tô tão triste!
Eu não posso brincar contigo.
Não me cativaram ainda...
Ah, desculpa...
Você quer me cativar?
Este texto me chamou a atenção, me tocou profundamente e, também, ao ler, imediatamente lembrei de uma amiga querida que sempre tem boas palavras e boas vibrações para transmitir e eu dedico esse pequeno texto a ela: Ivone Fonseca (http://ventus-ventus.blogspot.com/)
É, confesso que to ficando mal acostumada com esse história de receber esses selinhos que, convenhamos, enchem a gente de orgulho, rsrsrsrs. E este blog realmente amaaaaaa receber selos!!!
Olha que lindo este selo!!!
Amei! E, só pra variar, ganhei ele da Livi que tem sido uma companheira virtual e tanto, sempre marcando presença por aqui, sempre atenta às minhas postagens.

E as regras deste selo são:
1. Colocar o selo no blog;
2. Indicar 10 blogs que a gente adore;
3. Informar as pessoas;
4. Dizer 5 coisas que a gente adore.

Bom, vamos lá:
- Os 10 blogs são:
1.http://carolinasouzalima.blogspot.com
2.http://madrinhasdecasamento.blogspot.com
3.http://wallace-puosso.blogspot.com
4.http://ventus-ventus.blogspot.com
5.http://espelhomagic.blogspot.com
6.http://essenciadispersa.blogspot.com
7. http://teenlife-livi.blogspot.com
8.http://blogdamitti.blogspot.com
9.http://anovacela.blogspot.com
10.http://mdany-mdany.blogspot.com

-As 5 coisas que eu adoro:
1. Deus;
2.Trabalhar;
3. Pensar (acho que eu penso até demais...);
4. Estudar;
5. Ler;

Atualizando!!!

Poxa vida, não imaginei que meu blog fizesse bem à saúde, na verdade eu despejo aqui todo lixo que vai dentro de mim... ( :S ).
Me senti realmente honrada ganhando este selo...
Muito obrigada Livi, vc tem sido uma seguidora fiel!
Bjinhos doces pra vc...

Bom, a regra desse selo é falar sobre hábitos saudáveis exercitados por mim...
Ixi... vamos lá: Há um mês comecei a frequentar academia de ginástica, não fumo e comecei a e preocupar de verdade com o que eu como nesses ultimos dias... sei lá, de repente bateu uma preocupação com isso...

Repasso este selo para:
http://anovacela.blogspot.com (Bleeding Angel)
http://ventus-ventus.blogspot.com/
http://teenlife-livi.blogspot.com/

sábado, 3 de outubro de 2009

sábado, 19 de setembro de 2009

Dedicado à Bleeding Angel


Não costumo fazer isso sempre ("roubar" textos), mas achei inevitável não dedicar esse a um amigo virtual que tem ganhado espaço cada dia aqui.


Que neste momento a vida esteja trazendo o novo,
a mudança e o grande vôo!
Que o A G O R A seja vibrante em seu coração
sem projeções futuras,
sem memórias passadas
Vamos experimentar o abandono dos pesos
vamos tentar ser como o pássaro que canta lá fora nesse exato momento,
ser como a árvore que faz a sombra amena,
como o Sol que reflete vida a cada segundo
Sentir o contato, o toque suave desse dia, f
echar nossos olhos e tentar absorver o A G O R A.
Ser como borboletas que seguemem direção à Luz,
que cada um de nós saiba abandonar os antigos casulos
e voe em direção ao brilho da vida
que está começando
A G O R A...

(Angélica Abranches)

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Há um lugar pra vc!

*Texto escrito por uma amiga virtual que me animou muito no dia de hoje:

Há um lugar especial na vida que só você reconhecerá
Uma estrada que tem o seu nome e espera por você.
Existem mãos que você deve segurar,
uma palavra que você deve dizer,
um sorriso que você deve dar
e lágrimas que só você poderá enxugar.
Há um lugar especial na vida previsto para ser ocupado por você.
Um campo luminoso onde flores crescem fortes apesar das tempestades.
Há um especial amanhã e o melhor está para vir.
Nesta vida há um lugar especial feito só para você!

(Angélica Abranches)

sábado, 12 de setembro de 2009

Todo amor que houver nessa vida!


Eu quero a sorte de um amor tranquilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia
E ser artista no nosso convívio
Pelo Inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente não vive
Transformar o tédio em melodia
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum veneno anti-monotonia
E se eu achar a tua fonte escondida
Te alcanço em cheio, o mel e a ferida
E o corpo inteiro como um furacão
Boca, nuca, mão e a tua mente não
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum remédio que me dê alegria
(CAZUZA)
Nem preciso escrever nada pra complementar, né...

É isso aí.


quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Odeio essa sensação de vida pausada, que num vai nem pra frente nem pra trás (pelo menos isto...)
Mas eu sei que tudo tem um tempo determinado nesta vida, é só que esta espera está longa demais, o tempo parece eterno nessa minha busca por algo melhor, por crescimento, por vitórias... Aliás, as realizações almejadas parecem estar com alergia de mim... :/
Parecem não haver portas de saída, o tempo nublado não vai embora, mas apesar disso não sinto que devo mais abrir meu coração com ninguém a respeito do que eu sinto.
Sinto que devo me calar e não importunar mais as pessoas com meus fantasmas, meus medos e desilusões... Não é preciso...
Sabe...dói demais sentir essa solidão mesmo estando rodeada por tantas pessoas, dói sentir que devo me calar e aguardar providências em silêncio para não afastar as pessoas (e também certas oportunidades) de mim. Cada vez que eu olho para a realidade me choco... Aliás, não sei se estou vendo a realidade ou se é apenas uma visão que EU tenho da vida...

Só sei que sinto um vazio que não se preenche aqui dentro, uma tristeza companheira.
Tem também o lance de eu cometer o mesmo erro várias vezes. Percebi que não sou "ignorante" pra vida, percebi que tenho uma teimosia que não deveria existir, digamos que seja uma teimosia incosciente, um ciclo vicioso de erros que preciso interromper, para que novos tempos se aproximem. Existe a consciência, a vontade, a disposição, acho que tem faltado um esforço maior para seguir o novo caminho já me apresentado há um bom tempo... Sim, porque, por mais que algumas pessoas não acreditem nisso, há um Ser que me orienta quando os ouvidos da minha razão estão tapados ou quando os ouvidos do meu coração ansioso estão aguçados para ouvir o que não deveria...
Acho que entendi o que significa oferecer sacrifício de louvor ao EU SOU...
Exatamente como minha vida se encontra: sem nenhuma realização em vigor, sem nehuma grande alegria, sem aquele alguém especial, sem aquela paz interior, é exatamente neste momento que eu devo olhar pro céu e AGRADECER pela minha vida exatamente como ela está. Mesmo que essa não seja minha vontade, mesmo que meu querer seja me jogar no quarto e me entregar ao choro desesperado, à angústia da estagnação em que me encontro. Agradecer por tudo que eu quero ter e não tenho, por tudo que eu ser e não sou, por tudo que eu quero realizar e não realizo, por tudo que eu quero alcançar e não alcanço...
Loucura?? Talvez...
Mas segundo Ele: "As coisas loucas deste mundo confundem as sábias..."


Olha só, ganhei este selo e fiquei muito feliz por isso...
Bom saber que tenho pessoas que se importam mesmo que virtualmente...
Segue abaixo a lista dos que eu recomendo.
Sei que deveria colocar mais, mas acho que esses são os melhores.
^^

domingo, 2 de agosto de 2009

É cruel...


Meu Deus, que tristeza horrível, que dor aqui dentro, que solidão, que desespero, que sensação de impotência... Estou completamente "no chão", estou totalmente baixo-astral. Não há como esconder, não há como negar ou ignorar. Eu tentei me segurar, tentei disfarçar, mas tudo tomou uma proporção muito grande de repente e não pude evitar esses sentimentos de renascerem outra vez...

As sensações ruins são tantas que chego a ter o sono perturbado a noite toda.... Noites estas frias, escuras, assombrosas, que parecem não ter fim... Pesadelos me açoitam na madrugada, vozes desconhecidas dizem coisas que eu não quero ouvir, imagens em meus pensamentos -meio acordados meio adormecidos- tiram a minha paz.

Amanheço esperando que o dia seja bom, tranquilo e realmente o é... É que o alvoroço está apenas dentro de mim, quem me vê não imagina a terrível tormenta que vai dentro de mim momento obscuro da minha vida...

Não tenho me sentido bem comigo mesmo, tenho me sentido estranha, alheia às pessoas, diferente -não melhor- de todos, intrusa... Tenho me sentido sem valor, sem importância, descartável, mas eu não quero mais me sentir assim. Não sei de onde vem todos esses sentimentos horríveis que me perturbam e me fazem agir de maneiras que eu não quero, mas não consigo evitar. E ainda tem a ansiedade que, misturada a tudo isso, tem sido um ingrediente perigoso e me colocou em situações indesejadas...

Estou me sentindo tão sozinha...perdida...confusa. As lágrimas e a desesperança são inevitáveis.

Preciso aprender tantas coisas, preciso mudar tanto que nem sei por onde começar, como começar...

Sinto necessidade de reatar laços familiares, resgatar sentimentos, comportamentos mais nobres.

Eu tenho consciência dos meus erros, das minhas falhas, dos meus maus comportamentos, só não estou conseguindo me livrar disso tudo, mudar essas situação, que eu sei que depende de mim especialmente...

Só sei que preciso de ajuda...

quarta-feira, 15 de julho de 2009

(...)


Estou meio perdida na eterna confusão de mim, porém, mais ávida do que nunca por conquistas e realizações, com sede de viver meus sonhos, desde os mais simples até os maiores e mais secretos.

Não posso esconder que uma enorne angústia uma grande tristeza e um grande vazio existe dentro de mim, algo que nunca sara, que nunca vai embora, não importa o que eu faça... Mas tenho me esforçado muito pra não deixar que esses sentimentos sejam obstáculos no meu caminho e, graças a Deus, tenho conseguido seguir...

Vejo que nunca vou conseguir me desvencilhar de certos 'fantasmas' internos, então tenho tentado manter um certo equilíbrio entre a tristeza e a alegria, entre a razão e a emoção, entre a loucura e a sensatez, entre a embriaguez e a sobriedade, entre a calma e o desespero, entre a fé e a incredulidade, entre a força e a fraqueza...

Sinto falta de coisas que nem eu sei dizer o quê... Sinto falta de pessoas que eu não conheço, sinto falta de pessoas que eu conheço e que também estão sempre presente, por perto (???)...

Sei lá... To meio perdida, apesar de saber exatamente para onde eu quero ir...

terça-feira, 2 de junho de 2009

Mudanças à vista!!!

Mudanças estão a caminho de novo.
Aliás, agora percebo como minha vida nunca pára, sempre está em algum tipo de processo, de "prova", de teste...
O diferente é que agora eu não sofro mais como antes, não estranho mais esse movimento, os ventos que sopram, essa certa instabilidade.
Pretendo não julgar essa (ou essas) mudança(s) de boa(s) ou má(s), porque se for(em) má(s), farei o máximo possível para extraiar dela(s) o bom, o crescimento, a experiência.
Estou feliz comigo mesma, rs, pois não experimentei aquela velha sensação de impotência, de querer desistir, de me colocar no lugar de vítima. Estou tão tranqüila que tenho quase certeza de que essa(s) mudança(s), ainda que pareça(m) retrógrada(s), me dará um novo sentido, um novo horizonte, uma nova expectativa, um novo objetivo...
Eu tinha tudo para me entregar novamente à melancolia e à murmuração, mas não farei isso. Voarei em busca daquilo que eu almejo e eu sei que a minha hora, o meu momento vai chegar, vai aparecer. E eu quero estar pronta para viver tudo que eu tenho esperado e buscado.
Eu sei que nada acontece por acaso. Quando uma porta se fecha outra se abre, às vezes é até uma janela, mas se abre...
BOB MARLEY estava certo : Os ventos que as vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar... Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim, aprender a amar o que nos foi dado. Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre...

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Hoje eu descobri que umas palavras ditas há uns meses atrás por mim foram importantes para uma "pessoinha" do meu convívio.
Gostei tanto da sensação de viver esse momento. Em todos os sentidos: no sentido de ver como minha "voz" foi parâmetro de direção. No sentido de me sentir alguém importante para alguém que já tinha ouvido tantas coisas e que estava sendo tão desencorajado... Na verdade, minha satisfação é exatamente por causa disso, pois a mensagem que eu transmiti não foi diferente da que as outras pessoas estavam transmitindo, foi exatamente a mesma. Talvez a forma como eu tenha abordado a situação tenha sido a diferença... Enfim... Não sei dizer como minha voz tenha sido mais importante do que a de muitas outras pessoas igualmente próximas.
Além da felicidade que eu senti também senti o peso da responsabilidade ao aconselhar alguém, ao apontar uma direção, ao indicar um caminho. É preciso muita cautela. Graças a Deus tudo "caiu" de uma maneira positiva no coração da pessoa. Espero agora poder continuar sendo esse apoio, porque pra mim será uma grande satisfação, não mais por mim (pela sensação experimentada), mas por consideração à outra pessoa mesmo.
Que vida louca... quando você pensa que tudo está indo de mal a pior, que você não tem valor, que ninguém te tem como parâmetro para nada. Quando tudo está caminhando ao contrário daquilo que você planeja, acontecem coisas tão simples, mas tão importantes para a sobrevivência. Acontecimentos que vêm como uma forma de resposta de Deus para as dúvidas que temos com relação a nós mesmos...
Hoje eu pude refletir que não importa quem te dá valor, não importa tanto pra quem você é importante, importa mesmo ser importante na vida de alguém, seja quem for.
O mais gostoso aqui dentro é que, se isso ocorresse há algum tempo atrás, eu não saberia observar que no meio da confusão que está minha vida, uma "flor" nasceu. É uma delícia ter essa percepção do belo em meio à escuridão. É como se fosse Deus me dizendo que eu nunca estou completamente só, que Ele sempre estará Se mostrando pra mim, confirmando presença nos momentos mais inusitados e mais simples, que por tamanha simplicidade pode até surpreender.
Muito obrigada, Senhor, pelo dia de hoje, pelo sol fraco mas aquecedor de hoje, pela vida das pessoas que estão ao meu redor, pela vida das pessoas que eu não dado a devida atenção. Obrigada porque apesar de eu não merecer nada do que me é oferecido pelo Senhor todos os dias, mesmo assim o Senhor me dá.
Momentos como os que eu tenho vivido ultimamente só podem estar sendo liberados pelo Senhor para a minha vida, não há razão para que eu pense de outra maneira.
Obrigada por ter me usado para servir de conselheira, de direção...
Obrigada porque há muito tempo eu não me sentia realmente útil na vida de alguém como eu me senti hoje...
Obrigada porque enquanto, por um lado, eu perdia o gosto de existir a cada palavra aguda ouvida, por outro Deus compensou, porque Deus é simplesmente o Ser mais importante pra mim. E tudo o que eu quero é saber ser pra Ti, Senhor, tudo de bom que eu puder ser. Sem reservas. Sem medo.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Sensations...


Há quanto tempo eu não me sentia tão bem assim...

Me sinto realmente muito grata por essa dádiva que Deus tem me proporcionado de conseguir compartilhar sentimentos de novo, de perder um pouco do medo que paralisa e que impede de vivê-los, de ter um pouco daquela coragem de arriscar sem medo de ser feliz.

Dei um grande passo nessa direção e estou curtindo bastante as sensações experimentadas.

Embora ainda exista um pouco de receio, alguma timidez e certo pavor!! Rs!! Mas todo o resto tem sido bom o suficiente para sufocar esse outros sentimentos "fantasmas".

Espero mesmo que tudo continue correndo bem, que Deus continue me permitindo viver isso, que Deus continue a me mostrar a direção, o caminho a seguir. Eu tenho me sentido tão bem. É tudo tão revigorante, empolgante e ao mesmo tempo tão sensato, calmo, tranquilo, responsável...

Estou tendo uma experiência doce de viver.

Há algum tempo eu buscava sentir o que estou sentindo... Estou vivendo um esboço do que poderá se tornar uma história.

Espero saber "me comportar" para que se torne uma história real, duradoura e, acima de tudo, feliz.

Está nas mãos de Deus...

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Eu to vivendo de novo aquelas sensações que havia tempo não vivia!!!
Frio na barriga, ansiedade, vontade, diálogos carinhosos, sentimento correspondido.
Nossa, está tudo tão bom, tão gostoso de viver... as expectativas, as combinações.
Essa imagem traduz perfeitamente o que eu levo aqui dentro nesse momento, um coração-furacão: intenso, avassalador, mas não no sentido de destruição, mas sim no de euforia, movimento!
É tão bom ir dormir com pensamentos bons, imaginação, rsrsrs.
Não importa o que aconteça depois, o que tá valendo é o que eu to sentindo agora!!!


quarta-feira, 20 de maio de 2009

Gratidão

Depois de tanto tempo
Eu continuo de pé
Depois de tanto tempo
Me voltou a fé
Que eu tinha perdido em mim
Eu sei que é difícil
Não é tão simples assim

Eu não conseguia respirar
Parecia o meu fim
Eu ia me afogar

Sozinho
Eu não ia conseguir
Você mostrou o caminho
Por onde dava pra ir
Me ajudou a levantar
Depois de eu cair
Me ajudou a levantar
Depois de eu cair

Tem dias que parece uma conspiração
Portas se fecham e todos dizem não
E nada faz passar a dor de se sentir só
Só mais um perdedor

Às vezes acho que é perseguição
Não ter nada, vivendo em solidão
Por isso fiz essa canção
Parece bobagem
Mas é gratidão


(Capital Inicial) - http://www.youtube.com/watch?v=QqatuwiXqzE

OBRIGADA, SENHOR...

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Mário Quintana - Preferidas

O auto Retrato
No retrato que me faço
- traço a traço -
às vezes me pinto nuvem,
às vezes me pinto árvore...
às vezes me pinto coisas de que nem há mais lembrança...
ou coisas que não existem mas que um dia existirão...
e, desta lida, em que busco
- pouco a pouco -
minha eterna semelhança,
no final, que restará?
Um desenho de criança...
Terminado por um louco!


A idade de ser feliz

Existe somente uma idade para a gente ser feliz, somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-los a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo nem culpa de sentir prazer.Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida à nossa própria imagem e semelhança e vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores sem preconceito nem pudor.Tempo de entusiasmo e coragem em que todo desafio é mais um convite à luta que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO, e quantas vezes for preciso.Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se PRESENTE e tem a duração do instante que passa.


Das Utopias
Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!

Da observação
Não te irrites, por mais que te fizerem...
Estuda, a frio, o coração alheio.
Farás, assim, do mal que eles te querem,
Teu mais amável e sutil recreio...

Vida

A vida são deveres que nos trouxemospara fazer em casa.
Quando se vê, já são 6 horas há tempo...
Quando se vê, já é 6ª feira...
Quando se vê, passaram 60 anos!
Agora, é tarde demais para ser reprovado...
Se me dessem um dia outra oportunidade,
Eu nem olhava no relógio, seguiria sempre em frente
E iria jogando pelo caminho a casca dourada einútil das oras...
Sentir primeiro, pensar depois.
Perdoar primeiro, julgar depois.
Amar primeiro, educar depois.
Esquecer primeiro, aprender depois.
Libertar primeiro, ensinar depois.
Alimentar primeiro, cantar depois.
Possuir primeiro, contemplar depois.
Agir primeiro, julgar depois.
Navegar primeiro, aportar depois.
Viver primeiro, morrer depois.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Palavras, Silêncio, Atitudes...

Percebo que tudo depende do quanto eu consigo me conter, me controlar.
Quantas brigas poderiam ter sido curtas ou nem terem acontecido;
Quantas situações poderiam ter sido evitadas, quantas vergonhas e desconfortos, quantas mágoas.
Aquele ditado é verdadeiro: "Dizem que existem 4 coisas que não se recuperam: A pedra, depois de atirada; A palavra, depois de proferida; A ocasião, depois de perdida; O tempo, depois de passado."
Portanto, pra mim, o mais importante agora, é tentar pensar o máximo antes de falar qualquer coisa, emitir qualquer opinião... Pensar bem antes de tomar qualquer atitude, antes de me comportar de qualquer maneira...
Tentei exercitar esse novo comportamento e não foi uma tarefa nada fácil, aliás, foi impossível num primeiro momento, mas percebi que guardar silêncio e partir do pensamento de não fazer ou não falar para as pessoas o que eu não quereria pra mim, me fez ver como agimos erroneamente a maioria das vezes.
Não é nada que tenha acontecido pra que eu tenha tomado essa decisão, apenas percebi que o silêncio vale mais que mil palavras, porque depois de ditas, são difíceis de consertar, aliás, tentar corrigir só piora. Também aprendi de verdade que atitudes também valem mais que mil palavras...
Logo, o lance agora é: FALAR MENOS, AGIR MAIS.

domingo, 10 de maio de 2009


Muitas lições estão sendo aprendidas;

Muitas coisas estão para mudar;

Muitas transformações internas;

Muitas coisas serão deixadas pra trás;

Muitas conquistas virão.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Sad...

É mais forte do que eu... Não consigo evitar...

Existe algo dentro de mim que não deixa a alegria ficar. Eu até tento, me esforço, luto, mas quando eu vejo a tristeza já invadiu.

Não há nada externo que me faça alegrar, quando isso acontece, a coisa mais difícil pra mim é sorrir, achar graça das coisas, levantar da cama. Fico totalmente perdida, sem chão, sem direção... O mais difícil também é encontrar alguém que me compreende, que me aceite como estou no momento, parece que é impossível para quem está ao redor não dirigir críticas. Mas com tudo isso, eu sei que o problema está unicamente dentro de mim e seja onde estiver a cura pra esse mal que me faz sofrer de verdade, eu vou achar. Mesmo que não saiba quando nem onde nem como...

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Something died...


Esse fim de semana foi o mais "louco" deste ano...

Em função de alguns acontecimentos banais, sem grande dimensão, algo morreu dentro de mim com relação a algumas pessoas do meu convívio, algo morreu dentro de mim com relação a mim mesma... Me sinto sem identidade, sem vida, sem chão, sem radar, sem apoio.

Por outro lado, conheci pessoas legais, uma me chamou atenção, estou empolgada e ao mesmo tempo com medo, ansiosa, querendo realizar, morrendo de vontade que dê certo, que dê fruto... mas está fora do meu controle, o jeito vai ser esperar mesmo...

Sinto uma vontade enorme de sumir, de chorar e confesso que fiquei sem vontade de continuar vivendo. Apesar dos meus sonhos e de Deus, não consigo encontrar algo que me motive a permanecer. Porque o que aconteceu esse fim de semana em todos os seus detalhes, na sua totalidade, fez mudar algo aqui dentro de mim, uma mudança que nunca eu senti antes, algo muito diferente que eu não sei explicar e essa mudança trouxe junto uma certeza: nunca mais vai ser como antes... com ninguém nem comigo mesma...

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Gratidão


Hoje o dia foi bom, tudo fluiu bem dentro de mim, me senti melhor do que nos outros dias... Fiz até um pão caseiro que eu tava morreeendo de vontade de comer. Rs.
Não aconteceu nada de diferente ou extraordinário para que eu me sentisse assim, apenas percebi, hoje, como Deus tem me privilegiado, me protegido, me guardado, me dado livramento, me poupado de tantas situações mais desagradáveis, que eu mesma desconheço... Reconheço que é mais uma oportunidade que eu tenho de orar agradecendo a Ele por todas as coisas e não pedindo, por mais difícil que possa ser.

A carne luta contra o espírito nesse sentido com força total, não querendo que eu pare para de caminhar na direção errada, contrária, mas eu sei que Deus me fortalece e me direciona para o caminho certo.

Aproveito a oportunidade também para agradecer a Deus pelas amigas que eu tenho nesse momento da minha vida: Ju, Ju Maria, Ivone, Darling, Pri... cada uma é especial à sua maneira e eu amo todas!!! Sempre peço a Deus por elas, para que Ele supra cada necessidade, cada carência, cada desejo, cada anseio... mas que também as ensine, as direcione, as proteja, as livre do mal, mostre onde está o erro e capacita-as a se consertarem, assim, num tratar particular entre elas e Ele apenas, pois só um Pai pode corrigir um filho e Deus como tal o fará perfeitamente.

Bom...assim caminho eu, rs, nessa montanha russa que é minha vida, meu interior.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Para refletir...


Nessa vida existem sim, pessoas importantes pra nós, que fazem falta, etc. Porém, não posso deixar de frizar que a mais importante de todas as pessoas é Deus nas nossas vidas, porque tudo vem Dele, tudo é Dele: o corpo que habitamos, o ar que respiramos, a família que temos, os amigos que nos cercam, o nosso trabalho, nossa capacidade de fazer (ou não) qualquer coisa. Se não fosse a permissão e o querer Dele, nada do que temos seria nosso, nós estamos de pé unicamente porque Ele quer, porque Ele tem um propósito nisso... muito maior do que pensamos ou imaginamos.

Eu sei que vivemos ansiosos por dias melhores, por realização de sonhos, por conquistas, por vitórias... Isso faz parte de nós, pois somos seres humanos, porém, tenho certeza que pouquíssimas pessoas anseiam conhecer mais desse Deus que criou o sol que nos aquece, que não criou a inteligência pois Ele é fonte da mesma, é próprio Dele. Um Deus que é o próprio amor, que detém toda sabedoria, conhecimento, entendimento, discernimento de que precisamos para viver (ou sobreviver) nessa terra.

É claro que precisamos de trabalho, dinheiro, constituir família, interagir com esse lugar que vivemos, mas também devemos lembrar que aqui não é nossa pátria, somos peregrinos neste lugar. Nosso lar está lá em cima, junto com um Deus que faz de tudo pra nos manter perto Dele, pra nos ver felizes, e que não vê a hora de se encontrar conosco...enquanto isso, fazemos de tudo para prolongar nossa estadia aqui na terra... Não estou falando de morrer pra subir, estou falando de ansiar por algo mais sublime do que status e fama aqui nesse mundo (que, convenhamos, está cada vez pior, mais sombrio...).

Essa é uma coisa que eu me alegro de sentir. Deus tem me proporcionado o privilégio de ter essa visão e eu sou muito grata a Ele por isso, pois não sou merecedora de tamanha consideração. O que seria de mim se não fosse Deus, o plano salvívico de Jesus na cruz e o mover do Espírito Santo...?

O que seria de você?...

domingo, 12 de abril de 2009

Renovação!

Ontem e hoje foram dias legais, fui visitar uma amiga que teve neném (Rafaela, uma belezinha, dooooorme que é uma beleza...rs), conversei, me distraí... estar com crianças é sempre bom... Também fui à igreja hoje o que me renovou de uma forma maravilhosa, estava precisando disso, me "situar". Acho que recuperei o fôlego para começar mais essa semana. Sempre com o pensamento voltado à mudar velhos hábitos (os maus), transformar meu caráter, melhorar minha qualidade de vida (interior), me sacrificar mais, deixar de pensar só em mim, pensar mais nos que me cercam, enfim... Isso é muito difícil de se fazer (eu que o diga), mas eu sei que uma hora vai fluir naturalmente de dentro de mim esse novo caráter, esse novo ser, essa nova vida...

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Emocionante...

video

Não deixe que subestimem o seu verdadeiro valor;

Não deixe que as pessoas te julguem incapaz e não faça isso com você mesmo;

Não desista dos seus sonhos, mesmo que por vezes eles pareçam impossíveis e irrealizáveis;

terça-feira, 7 de abril de 2009

Outono...

Acho que passo por um momento "outono" na minha vida.
Mesmo me percebendo em transformação, sinto-me estagnada. Talvez porque a mudança esteja acontecendo dentro de mim e não por fora, ao meu redor...
Aqui dentro o clima é como o desta estação: folhas secas, sol fraco, vento frio...

domingo, 5 de abril de 2009

Eu preciso...


Hoje eu acordei com vontade de ter alguém, de carinho, de construir família, de ter neném e tudo...rs. Senti vontade de abraço, de toque, de amor. Eu sei que pra ter tudo isso primeiro eu tenho que dar, mas hoje seria tão bom receber primeiro...
Aliás, todos os dias eu tenho acordado com vontade de fazer algo novo pra mim, coisas simples tipo me livrar de coisas que eu não uso mais, roupas, jogar papéis inúteis fora ou seja, me "limpar" de tudo que, digamos assim, ocupa espaço na minha vida, mas que não tem mais utilidade... renovar meu "ambiente". Me livrar também de sentimentos que me fazem mal, que não me deixam avançar rumo a uma nova cultura.
Acho que posso dizer que hoje eu acordei ansiosa, pois me sinto inquieta, como se algo importante tivesse faltando pra me completar...

sábado, 4 de abril de 2009

Deserto

Apesar de estar num momento de busca, de transformação interior, mudanças, tenho me sentido num deserto que parece não ter fim, algumas vezes avisto um oásis aqui e acolá, mas rapidamente ele desaparece no horizonte... Por ainda não conseguir avistar a terra que mana leite e mel, meu coração se desespera inúmeras vezes nessa jornada cercada de serpentes e escorpiões, provações e tentações, essa última mais "tentadora" de todas. Sinto-me tentada a desistir, a me acomodar... Mas Ele não me deixa perder o foco, Ele é a voz atrás de mim, me indicando o caminho, Ele me sustenta e me fortalece, Ele sabe o que é melhor pra mim.
Deus, através do Espírito Santo, tem me feito perceber que a mudança que tanto almejo tem de vir primeiramente de dentro... Por isso, neste deserto, Ele tem me ensinado a amar o próximo como a mim mesma, e eu nunca imaginei que seria uma tarefa tão difícil e dolorosa (!!!), é...dolorosa... Ele tem me mostrado coisas sobre mim mesma que tem me surpreendido, coisas que eu ainda não tinha sido capaz de enxergar, mas agora eu posso ver e, à partir disso, tenho pensado muito antes de abrir minha boca pra proferir qualquer "palavra" que seja e mesmo já estando consciente disto, a tarefa continua sendo árdua e eu ainda continuo falha nessa arte...
O deserto é um lugar solitário, ruim, "sol muito quente de dia, muito frio à noite", cheio de ilusões de ótica, colocando diante de você falsos oásis, mas eis o propósito desse doloroso mas importante processo da nossa vida: ser pessoas sem máscaras, de caráter puro, boa índole, que sabe se doar, amar, se entregar, ajudar, considerar... viver... Agora eu compreendo que minha maior vitória não será quando eu conseguir realizar meus projetos pessoais (fincanceiro, amoroso, familiar, etc.), mas sim quando eu conseguir vencer MEU EGO, MEU PRÓPRIO EU, A MIM MESMA...

By Melina.

Felicidade


A FELICIDADE PODE DEMORAR
Às vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado. Às vezes nos falta esperança. Às vezes o amor nos machuca profundamente, e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida tão dolorosa. Às vezes perdemos nossa fé, então descobrimos que precisamos acreditar, tanto quanto precisamos respirar... É nossa razão de existir. Às vezes estamos sem rumo, mas alguém entra em nossa vida, e se torna o nosso destino. Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas, e a solidão aperta nosso coração pela falta de uma única pessoa. Às vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver, até que algo toque nosso coração, algo simples como a beleza de um pôr do sol, a magnitude de uma noite estrelada, a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto. É a força da natureza nos chamando para a vida. Você descobre que as pessoas que pareciam ser sinceras e receberam sua confiança, te traíram sem qualquer piedade. Você entende que o que para você era amizade, para outros era apenas conveniência, oportunismo. Você descobre que algumas pessoas nunca disseram eu te amo, e por isso nunca fizeram amor, apenas transaram... Descobre também que outras disseram eu te amo uma única vez. E agora temem dizer novamente, e com razão, mas se o seu sentimento for sincero poderá ajudá-las a reconstruir um coração quebrado. Assim ao conhecer alguém, preste atenção no caminho que essa pessoa percorreu, são fatores importantes: a relação com a família, as condições econômicas nas quais se desenvolveu (dificuldades extremas ou facilidades excessivas formam um caráter), os relacionamentos anteriorese as razões do rompimento, seus sonhos, ideais e objetivos. Não deixe de acreditar no amor. Mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá. Manifeste suas idéias e planos, para saber se vocês combinam. E certifique-se de que quando estão juntos, aquele abraço vale mais que qualquer palavra. Esteja aberto a algumas alterações, mas jamais abra mão de tudo, pois se essa pessoa te deixar, então nada irá lhe restar. Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento, manter um grande amor, pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco. Pois em algum outro momento essa pessoa irá te deixar e seu sofrimento será ainda mais intenso, do que teria sido no passado. Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas vezes isso é necessário. Existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo. A tristeza pode ser intensa, mas jamais será eterna. A felicidade pode demorar a chegar, mas o importante é que ela venha para ficar e não esteja apenas de passagem...
Luiz Fernando Veríssimo